Comissão de Incentivo à Cultura aprova 237 projetos na 1ª reunião de 2019; veja os de MS

A primeira reunião de 2019 da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), encerrada na sexta-feira (22), aprovou 237 projetos. As iniciativas estão, a partir de agora, habilitadas a captar recursos junto a patrocinadores – pessoas físicas e jurídicas – via Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei 8.313/1991). Os projetos receberam autorização para captar até R$ 265,8 milhões.

 

A área com o maior número de projetos aprovados foi a de Artes Cênicas, com 95 ao todo. Em seguida, estão as áreas de Música (65), Artes Visuais (28) e Patrimônio Cultural (22). Os setores de Humanidades e de Museus e Memória tiveram, respectivamente, 21 e seis projetos aprovados, cada.

 

As regiões Sudeste e Sul concentram a grande maioria das propostas aprovadas – 153 e 61 – e podem captar o maior volume de recursos: R$ 237,9 milhões. As regiões são seguidas por Nordeste, com 14 propostas; Centro-Oeste, com sete; e Norte, com duas. Somados, os projetos das três regiões podem captar R$ 27,9 milhões. A média de valor por projeto mais elevada está na região Norte (R$ 2,58 milhões) e a mais baixa, na é a da região Sul, com R$ 355 mil por proposta.

 

Transparência

 

Os projetos aprovados pela Lei de Incentivo à Cultura podem ser acompanhados por qualquer cidadão pelo Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (Salic).

 

 Acesse aqui o site.

 

 

O usuário terá acesso aos dados básicos dos projetos, como, por exemplo, nome e CNPJ do proponente, a data de início e término do projeto, assim como os valores aprovados para captação – e os montantes efetivamente captados por cada um deles.

 

Sobre a CNIC

 

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) é órgão colegiado de assessoramento direto ao ministro de Estado da Cidadania e integra a estrutura deste ministério, sob a gestão da Secretaria Especial da Cultura. É formada por representantes dos setores artísticos, culturais e empresariais, em paridade da sociedade civil e do poder público. Os membros são provenientes das cinco regiões brasileiras, representando as seguintes áreas: Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Música, Patrimônio Cultural, Humanidades e Empresariado Nacional.

 

A comissão é responsável por analisar e emitir parecer sobre os projetos culturais que buscam apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Os projetos culturais são avaliados com base em critérios estritamente técnicos, estipulados pelo Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac). Para entrar em vigor, as decisões da CNIC precisam ser homologadas pela Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania. A comissão se reúne mensalmente em Brasília. Confira a agenda completa das reuniões para 2019.

 

Fonte: Minc

Escola Nacional de Circo da Funarte convoca para residências artísticas e intercâmbios

A Escola Nacional de Circo, pertencente à Fundação Nacional de Artes – Funarte, abriu inscrições para o processo seletivo do Laboratório ENC 2019. No programa, serão selecionados projetos de residências artísticas e intercâmbio, individuais ou coletivas, relacionados às artes circenses. O prazo de inscrições é até dia 29 de março.

 

Quem pode participar – Podem concorrer no Chamamento Público para o Laboratório ENC: pessoas físicas; grupos (duos, trupes, companhias, coletivos) e profissionais ou estudantes circenses estrangeiros. Os responsáveis pela inscrição nos módulos para residências artísticas individuais ou de grupos devem ser brasileiros natos ou naturalizados. Porém, estrangeiros podem participar como integrantes de grupos, ou se inscrever individualmente no módulo de Intercâmbio, em formulário específico.

 

 

Acesse aqui a página do chamamento público, para mais informações

 

 

Fonte: Funarte

Foto: Toño Marrache-ENC. ©Micael Bergamaschi

Abril tem novas sessões com seleção especial do cinema nacional no Sesc Corumbá; confira

Sesc Corumbá volta em abril com uma seleção especial de filmes nacionais, as exibições são gratuitas e acontecem todas as quartas-feiras às 19 horas, com produções nacionais dos mais variados gêneros.

 

A Sessão Brasil na Tela exibe, no dia 03 a partir das 19h, o filme “Plastic City”, sobre uma mãe e seu filho que comandam a máfia da pirataria no Brasil, mas seu império do crime entra em decadência ao ser ameaçado por uma poderosa organização com fortes influências internacionais.

 

Dia 10 de abril tem “O Diário de Tati”, sobre uma adolescente que conta, de forma divertida, todos os problemas de sua juventude ao seu diário. Desde ficar em recuperação até os esforços para conseguir fisgar sua paixão atual.

 

No dia 17 terá a exibição do filme “O Grão”. Sentindo que a morte está próxima, uma mulher decide preparar o neto para a separação. Conta, então, a história de um rei e uma rainha, que, após perderem o único filho, desejam trazê-lo de volta à vida.  Enquanto isso, um casal humilde luta para sustentar a casa e preparar o casamento da filha.

 

Dia 24 de abril a Sessão Brasil na Tela exibe o longa “O Homem do Futuro”, comédia que conta a história do cientista Zero, que em uma de suas invenções acaba acidentalmente voltando ao passado. Vendo a grande oportunidade que tem em mãos, o cientista tenta impedir que o Zero do passado cometa os mesmos erros, evitando assim se tornar o ser solitário do presente.

 

O Sesc Corumbá fica na rua 13 de junho, 1703 – Centro. Informações pelo telefone (67) 3232-3130. Acompanhe a programação do Sesc no site sesc.ms

Festival Internacional de Curtas-Metragens de Berlim abre inscrições que seguem até maio

Estão abertas, até o dia 15 de maio, as inscrições para o Kannibal Fest – Festival Internacional de Curtas-Metragens de Berlim 2019. Os interessados podem se inscrever gratuitamente preenchendo o formulário online disponível no site do evento. Não há limite no número de projetos enviados.

 

O festival, que está em sua 4° edição, recebe curtas-metragens de até 20 minutos, nas categorias animação, documentário, experimental e ficção devidamente legendados em alemão ou inglês. As obras não precisam ser inéditas, mas a data de produção não pode ser anterior a janeiro de 2017.

 

O Kannibal Fest – Festival Internacional de Curtas-Metragens acontece entre julho e agosto de 2019, em Berlim, Alemanha. Para mais informações, acesse o site do festival ou envie um e-mail para kannibalfest@gmail.com.

 

Cantora Marina Peralta alça novos voos e faz show de despedida de Campo Grande

A cantora e compositora campo-grandense, Marina Peralta, vive um novo momento na carreira. Com novos projetos e em tom de despedida de sua cidade natal, a artista promove no dia 06 de abril, a segunda edição da festa Estamos Viv@s!

 

Em formato de festival, a festa independente, para todas as idades, acontece na Rota Acústica (em frente à Uniderp Agrárias), a partir das 17h e contará com praça de alimentação, exposição artística, lojinhas e espaço para crianças, que até 12 anos não pagam para entrar, mas deverão estar acompanhadas dos responsáveis.

 

O último show da turnê Agradece, nome do primeiro CD de Marina, com a banda completa e repertório extenso, está previsto para começar às 20h30min.

 

“É um momento de encerramento de um ciclo maravilhoso! Realmente só temos que agradecer por todo apoio que sempre recebemos aqui em Campo Grande e esse show será muito especial”, fala a artista de repercussão nacional.

 

Marina ressalta que continuará seu trabalho, mas agora em outro Estado e com novos projetos, novos formatos de show, mas mantendo a música consciente e militante como principal característica.

 

O evento contará ainda com diversas atrações como Laylah Arruda, cantora e compositora paulistana, Renatto Jackson, Coletivo de Dança FEMME, Tribo de Aruanda Performances e Escola de Capoeira Roda de Bamba.

 

Ingressos disponíveis nos postos de venda: Brava / Larica’s da Lú /Rema Board House / Augusta Life Store e Maktub Reggae Shop e online: https://goo.gl/NV2zJM

 

1º lote R$20 / 2º lote R$25 / Na hora R$30

 

Data: 06 de abril de 2019

Horário: A partir das 17h

Local: Rota Acústica (em frente à Uniderp Agrárias) – Rua Desembargador Leão Neto do Carmo

Semana musical do Sesc Morada dos Baís apresenta novidades com Solosolar

Nesta semana o palco do Sesc Morada dos Baís traz cantores já conhecidos do público e também outros que se apresentam pela primeira vez. Os shows começam às 20 horas, são gratuitos, com lotação de 350 pessoas.

 

Gideão abre a semana musical na quarta-feira, 27. O cantor, que já dividiu palco com nomes como Luíz Ayrão, Almirzinho Serra, Diogo Nogueira, Martinho da Vila, Almir Guineto e Dudu Nobre, leva músicas autorais de seu DVD e também clássicos do samba como Cartola e Almir Guineto.

 

Quinta, 28, terá estreia no palco do Sesc Morada dos Baís, com o show “Caminhos e Sons” conduzido pela Solosolar. O duo é formado pelos músicos Carlota Philippsen e Altair Santos. A proposta é levar ao público as canções desenvolvidas durante a experimentação musical e os artistas que participaram deste trajeto, com a participação de convidados como Alex Cavalheri, Fernando Bola, G Ribeiro, Gideão Dias, Guga Borba, Hudson Bonfim, Jerry Espíndola, Lenilde Ramos, Marçal Machado e Rodrigo Teixeira.

 

Na sexta-feira, 29, também tem novidade. O show “Fragmentos”, além de trazer músicas do CD autoral, promove um encontro musical, passando por Beatles, Clube da Esquina e a rica música regional de Mato Grosso do Sul.

 

No sábado, 30, é a vez da banda Cover Up subir ao palco com o show especial anos 80. A banda preparou um show especial, fazendo um tributo aos músicos Nando Reis e Cássia Eller.

 

O Sesc Morada dos Baís fica na Avenida Noroeste, 5140. Informações pelo telefone (67) 3311-4300. O espaço bistrô é aberto às 18h30 e as apresentações musicais começam às 20h. Acompanhe a programação no site sesc.ms

Literatura, Circo, Cinema e exposição na programação semanal do Sesc Cultura

Na última semana de março, o Sesc Cultura traz apresentação circense, clube de leitura, cinema e vernissage da artista plástica Ana Ruas.

 

Na quarta, 27, também às 19 horas, na sala multiuso, tem mais um encontro do Clube Sesc de Leitura, que vai discutir o clássico Vidas Secas, de Graciliano Ramos. O clube tem reuniões mensais com momentos de diálogos e troca de impressões com leitores e especialistas sobre as obras e escritores brasileiros. Para se inscrever, basta ter cartão do Sesc Válido.

 

O Cine Sesc exibe nas sessões de quarta-feira, 27, 15h e 19h e de sexta-feira, dia 29, às 19 horas, o documentário “Eu sou Ingrid Bergman” (2015), com direção de Stig Bjorkman. Usando os diários íntimos de Ingrid Bergman, além das cartas enviadas às suas amigas, o documentário traça todo o percurso pessoal e profissional da atriz, incluindo seus diversos casamentos, a relação controversa com os filhos, o escândalo de adultério, as mudanças para os Estados Unidos, França e Inglaterra os principais filmes e prêmios recebidos na carreira.

 

No dia 30 de março, às 17h30, tem o espetáculo “Tradicional Pocket Show” da cia Circo Le Chapeau. Criada em 2012 na cidade de Londrina, a companhia circense tem a frente os artistas Junior De Oliveira e Nicole Rodrigues, que levam para as ruas, espetáculos que aproximam o público da magia do circo. Com classificação livre que utiliza principalmente a linguagem circense, mostra a virtuosidade de números como malabarismo, acrobacias em dupla, equilibrismo, monociclo e palhaço.

 

 Ainda no dia 30, às 19h30, acontece o vernissage da exposição Floresta Encantada de Ana Ruas, um convite ao público sobre o resultado das narrativas imaginárias e o encantamento com a natureza. A visitação é gratuita e segue até o dia 06 de julho, com visitação de terça à sábado das 13h às 21h30. A artista defende a importância do pensar e do sentir durante o processo, para tanto, aponta motivos e estratégias para evitar o desenho estereotipado na escola. Ana acredita que atividades estrategicamente direcionadas, resultam em desenhos que geram pensamentos, revelam sutilezas e despertam um olhar poético sobre o mundo.

 

O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. Acompanhe a programação do Sesc no site sesc.ms

Documentário sobre Ingrid Bergman encerra Cine Sesc de março na Capital e em Corumbá

Na Capital e em Corumbá, as sessões regulares do Cine Sesc de março se encerram com a exibição do documentário “Eu sou Ingrid Bergman”. No Sesc Cultura, em Campo Grande, as sessões são na quarta-feira, 27, às 15 horas e depois às 19 horas e também na sexta-feira, dia 29, às 19 horas.

 

Usando os diários íntimos de Ingrid Bergman, além das cartas enviadas às suas amigas, o documentário traça todo o percurso pessoal e profissional da atriz, incluindo seus diversos casamentos, a relação controversa com os filhos, o escândalo de adultério, as mudanças para os Estados Unidos, França e Inglaterra os principais filmes e prêmios recebidos na carreira.

 

Corumbá 

 

No Sesc Corumbá, as exibições acontecem dia 26 às 19h e dia 30 de março às 15h. Também encerrando a programação do mês, a Sessão Brasil na Tela exibe na quarta-feira, dia 27, às 19 horas o longa “Terras”, dirigido por Maya Da-Rin. Na fronteira tríplice entre Brasil, Colômbia e Peru, as cidades gêmeas Letícia e Tabatinga formam uma ilha urbana cercada pela imensa floresta amazônica. As delimitações territoriais são muitas vezes encobertas pela densa vegetação e as fronteiras se confundem nos rostos de seus moradores. Terras acompanha o ritmo deste lugar de encontro e passagem, aproximando-se do cotidiano de seus habitantes.

 

Até o dia 30 de março, sempre às quintas, sextas e sábados, o Sesc Corumbá realiza a Mostra Hong Sang-Soo que traz seis filmes do aclamado diretor sul coreano que dá nome à mostra e que tem por perfil o jogo narrativo reconfigurando a banalidade do cotidiano.

 

Confira as exibições desta semana:

 

28/03 – Produzido em 2015, o filme “Certo agora, errado antes”, também com classificação de 12 anos, Ham Cheon-soo (Jae-yeong Jeong) chega à cidade coreana de Suwon um dia antes do previsto. Para passar o tempo, ele vai até um antigo palácio, onde encontra uma artista chamada Yoon Hee-jeong (Kim Min-Hee). Juntos, eles vão até a loja de Yoon para admirar suas pinturas, comer sushi e se conhecerem. Em seguida, eles vão para um bar encontrar com amigos de Yoon. Ao ser perguntado se é casado, Cheon-soo admite que sim e decepciona a artista.

 

29/03 – “Na praia à noite sozinha”, é um filme que mostra a famosa atriz Younghee (Kim Min-hee) que tem a sua vida pessoal exposta após um caso com um homem casado. Ela acaba então decidindo deixar sua cidade e passar um tempo em Hamburgo, na Alemanha, e dar uma pausa na carreira. Ao retornar à Coreia, Younghee reencontra os velhos amigos e começa a refletir sobre suas possibilidades de futuro. Em noites regadas a álcool, ela se libera e diz o que realmente sente, gerando conflitos bem complexos com eles. A indicação é 14 anos.

 

30/03 – No último dia de exibição da Mostra, o diretor Hong Sang-soo traz um drama, com classificação de 12 anos. O filme “Filha de ninguém” mostra a saga de Haewon (Jeong Eun-Chae), uma jovem adulta que vive deslocada em Seul, capital da Coreia do Sul. Ela é uma estudante de cinema também que sonha em se tornar atriz e admira a francesa Jane Birkin. Quando descobre que sua mãe (Kim Ja-ok) está se mudando para o Canadá e que seus colegas de faculdade estão falando mal dela por conta do relacionamento que teve com um professor casado (Lee Sun-kyun), Haewon se enche de dilemas existenciais.

 

O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. O Sesc Corumbá fica na rua 13 de junho, 1703 – Centro. Informações pelo telefone (67) 3232-3130. Acompanhe a programação do Sesc no site sesc.ms

Semana da Francofonia celebra expressões culturais com sessões gratuitas de cinema

Celebrando mais uma vez o mês da Francofonia, o Museu da Imagem e do Som da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e a Aliança Francesa promovem um novo ciclo de exibições de filmes que apresentam as expressões da cultura e da língua gaulesa. As sessões acontecem de 25 a 28 de março, sempre às 19h e entrada franca.

 

Os filmes exibidos – no primeiro dia no auditório da Aliança Francesa e nos demais no Museu da Imagem e do Som – destacam a importância histórica do francês na ciência, nas artes e também as expressões culturais dos países francófonos, 27 ao todo e distribuídos entre Américas, Europa e África.

 

As sessões fazem parte da Semana da Francofonia e do Ciclo Itinerante de Mulheres e Identidades Francófonas, organizados pela Aliança Francesa de Campo Grande.

 

Confira as atrações:

 

25 de março (segunda) – Auditório da Aliança Francesa de Campo Grande – 19h.

 

Ouvrir la Voix (Abra a Voz) – Documentário sobre mulheres negras da história colonial europeia na África e nas Antilhas. O filme enfoca a experiência da diferença como mulher negra e clichês específicos relacionados a essas duas dimensões indissociáveis da identidade ”mulher” e ”negra”. Direção: Amandine Gay. (112 minutos, França, 2017, classificação livre).

 

Divulgação – ouvrir-la-voix

 

26 de março (terça) – MIS – 19h.

 

Séraphine – A história da pintora primitiva Séraphine de Senlis Louis, que trabalhou como empregada na casa de burgueses em Senlis, France. Durante décadas nutriu uma paixão secreta pela pintura, a que se dedicava à noite após o trabalho. Ela foi descoberta por acaso, pelo famoso colecionador de arte alemão Wilhelm Uhde. Surpreso com o enorme talento de Séraphine, Uhde decide revelá-lo ao mundo e mudar sua vida. Direção Martin Provost. (Drama, 125 minutos, Belgica/França, 2008, classificação 12 anos).

 

Cena de Séraphine – Divulgação

 

27 de março (quarta) – MIS – 19h.

 

Bécassine! – Jovem que vive em uma fazenda no interior do Reino Unido, mesmo assumindo certas responsabilidades de adulta ainda preserva sua ingenuidade infantil. Seu maior sonho é viver em Paris, mas justo quando a situação parecia muito provável ela começa a trabalhar como enfermeira de Loulette, um pequeno bebê adotado. Paralelamente a isso, o caos começa a tomar conta de sua vida financeira e Becassine precisa provar mais uma vez que é mais esperta do que todos ao seu redor imaginam. Direção Bruno Podalydès. (Comédia, 102 minutos, França, 2018, classificação livre)Confira aqui o trailer.

 

Cena de Bécassine! – Divulgação

28 de março (quinta) – MIS – 19h

 

AYA – Aya e suas duas amigas, Adjoua e Bintou, vivem no bairro popular de Yopougon, em Abidjan, na Costa do Marfim. O grupo de moças tem 19 anos, idade caracterizada pela liberdade. Enquanto Adjoua e Bintou preferem aproveitar essa virtude saindo à noite e procurando um marido, Aya tem outra ambição: ser médica. Direção Marguerite Abouet, Clement Oubrerie. (Animação, 84 minutos, Costa do Marfim, 2012, classificação livre).

 

Aya – Divulgação

A entrada é franca. Outras informações podem ser obtidas no Museu da Imagem e do Som, que fica no Memorial da Cultura, na avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar, Centro ou pelo telefone (67) 3316-9178.