Cia Druw revela imaginário de Tarsila do Amaral em espetáculo no Festival de Inverno de Bonito

ZeroUmInforma/ArteECultura – A Cia de Dança Druw traz a história de uma das mais importantes personagens das artes plásticas brasileiras do século XX. A paulista Tarsila do Amaral (1886/1973) é o tema do espetáculo, que mistura dança e teatro infantil, programado para o Festival de Inverno de Bonito (FIB) no dia 31 de julho, às 18h, na Praça da Liberdade.

“Vila Tarsila” transporta a plateia para um período em que a artista plástica fez uma série de viagens pelo país que serviu de inspiração para alguns de seus trabalhos mais célebres. A diretora e coreógrafa Miriam Druwe cita como exemplo a tela “O Abaporu”, de 1928, uma das obras mais conhecidas de Tarsila e um ícone do modernismo brasileiro. “Nesse espetáculo ‘o homem que come gente’ se levanta e dança”, revela.

Uma das técnicas usadas para aproximar a plateia do universo de Tarsila é a projeção de imagens. O objetivo é passar a ideia de como a pintora se inspirava e de que maneira as paisagens a despertavam para o fazer artístico. Durante o espetáculo a personagem de Tarsila transita entre os bailarinos, pelas brincadeiras corporais e vai revelando, pouco a pouco, a relação que a artista tinha com o mundo em que vivia.

 

TV Brasil