Funarte lança Partituras Brasileiras – Songbook Internacional Online

A Fundação Nacional de Artes – Funarte lança, na quarta, dia 20 de dezembro, o projeto Partituras Brasileiras – Songbook Internacional Online. O trabalho reúne partituras de música brasileira, em Música popular, Música erudita e Bandas de Música, que serão disponibilizadas online nos portais do MinC e da Funarte, em versões em português, inglês, espanhol e francês. O lançamento será às 12h30, no Teatro Glauce Rocha, no Centro do Rio de Janeiro (RJ). Na ocasião, haverá apresentação dos artistas convidados Silvério Pontes, Andrea Ernest Dias, Silvan Galvão e do Grupo Vocal Ordinarius, com ingresso a R$ 1.

 

Organizado pelo Centro da Música – responsável pela produção do conteúdo e organização geral –, o projeto tem a parceria do Departamento de Promoção Internacional do Ministério da Cultura (Deint/MinC), encarregado da editoração e distribuição. A seleção das partituras conta com a participação de importantes instituições de pesquisa musical do Brasil, além de dois especialistas, os professores e pesquisadores Paulo Aragão e Marcelo Jardim, para o trabalho técnico na organização das partituras selecionadas.

 

O Projeto

A proposta principal do projeto Partituras Brasileiras – Songbook Internacional Onlineé contribuir para a difusão internacional da música brasileira, nas modalidades popular, erudita e bandas de música, por meio da organização de partituras selecionadas pelo Centro da Música da Funarte (CEMUS), com apoio de diversos institutos de música da sociedade civil e do Departamento de Promoção Internacional do Ministério da Cultura (Deint/MinC).

 

As partituras


Serão organizadas partituras de música brasileira divididas da seguinte maneira: 1) partituras para Música popular; 2) partituras para Música erudita; 3) partituras para Bandas de Música.

 

A seleção das partituras terá como critério o equilíbrio na distribuição entre os autores, a excelência estético-formal do repertório e a relevância da obra e dos autores para a criação musical brasileira.

 

O trabalho de tradução


Os textos e índices serão disponibilizadas em quatro idiomas: português, inglês, espanhol e francês, com possibilidade de extensão para o madarim e o alemão. O objetivo é abranger o máximo possível de países para fortalecer a internacionalização da música brasileira.

 

A seleção das partituras


Serão selecionadas partituras disponibilizadas pelas seguintes instituições: Academia Brasileira de Música, Instituto Moreira Salles, Sesc Nacional, Casa do Choro, Centro Cultural São Paulo, Instituto Piano Brasileiro, Instituto Musica Brasilis, entre outros,  além do acervo da própria Funarte. Após a primeira seleção, os professores e pesquisadores contratados irão realizar a análise técnica de todo o material e organizar as partituras pelas três áreas: música popular, música erudita e bandas de música.

 

A organização


A organização geral ficará sob responsabilidade do Centro da Música da Funarte (CEMUS), que se pautará pela análise técnica dos professores e pesquisadores contratados. Após a seleção, o diretor do Centro de Música, junto aos coordenadores de Música popular, Música erudita, Bandas de música e ao coordenador do projeto de pesquisa musical, fará a seleção final.

 

Fonte: Funarte

TV Brasil