Galeria de Vidro na Capital recebe exposições de acadêmicos da UFMS

Desde o dia 5 deste mês a Galeria de Vidro, espaço de artes da Plataforma Cultural, está com a exposição “Reflexões Expandidas”, dos acadêmicos de Artes Visuais da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

 

Quem quiser prestigiar o talento dos acadêmicos tem até o dia 23 de setembro pra conferir a exposição. A Galeria de Vidro está aberta as segundas, terças e quintas-feiras, das 8h às 18h , as quartas e sextas das 8h as 20h e aos sábados das 16h às 20h.

 

A exposição coletiva dos alunos da disciplina Oficina de Pintura II de 2018 marca o fim de quatro semestres de estudos sobre a 2linguagem da pintura no âmbito dos cursos de Artes Visuais. As obras são de autoria de Alex Alonso, Bianca Pereira, Camila Calolinda, Carolina Castro, Gabriella Oshiro, Lila Borges, Lucas Braz, Natália Mota, Tatiana Aristimunha e Victória dos Santos.

 

Segundo Priscilla Pessoa, professora dos estudantes, em parte, a coletiva foi assim chamada pelo fato de vários dos expositores, em algum momento de sua trajetória nas disciplinas, terem pensado a pintura no “campo expandido”.

 

“Esse termo foi criado pelo artista americano Robert Morris para demonstrar que os suportes tradicionais tornaram-se insuficientes para a expressão das transformações na Arte a partir do século XX, justificando assim o anseio dos artistas em ampliar o campo de expressão das questões estéticas. Assim, temos na mostra trabalhos que em seu processo criativo perpassam o pensamento ou o fazer pictórico, mas que desdobram-se em instalações ou cadernos, por exemplo”, afirma.

 

Ainda de acordo com a professora a escolha do nome remete também à disposição desses estudantes para, mais do que apenas fazer pintura como mero procedimento técnico, refletir profundamente sobre suas produções e sobre o próprio lugar da ancestral linguagem da pintura na Arte Contemporânea.

 

“Assim, nesse percurso, todos enriqueceram grandemente seus processos criativos com reflexões constantes sobre suas pesquisas, abrindo-as para experimentações, hibridismos, arquivismos, viezes, referências, amadurecimentos e, muitas vezes, abraçando o acaso”, finaliza.

 

A Galeria de Vidro fica na Plataforma Cultural, na Avenida Calógeras, n° 3.015.

TV Brasil