Mostra de Cinema Alemão no MIS exibe produções com enfoque político e social

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul realiza de 10 a 13 de setembro (terça a sexta-feira), sempre a partir das 19 horas, no Museu da Imagem e do Som, a Mostra de Cinema Alemão. As exibições contam com a parceria da escola Berlin Idiomas. A entrada é franca.

 

A Mostra apresenta ao público um pouco da cinematografia recente da Alemanha em produções que primam pelas relações humanas e por questões políticas e sociais durante a 2ª Guerra Mundial e também no pós-guerra. São obras de grande relevância para amantes da sétima arte e para estudantes de várias áreas. A curadoria é de Benjamin Möck.

 

Para Benjamin, a Mostra é uma oportunidade de as pessoas descobrirem uma perspectiva nova de como as coisas aconteceram na Alemanha nazista. “Teve um jogo de como foi feito, a gente não se dá conta de que o sistema faz mal para a sociedade. As ferramentas para mudar isso são cada vez mais difíceis de alcançar. Hoje a gente vive uma democracia, que não é tão democracia assim. Você elege um político mas ele não consegue fazer tudo que promete porque é parte de um sistema de partidos”.

 

Sobre o cinema alemão, o curador diz que as obras privilegiam assuntos internos do país. “Os alemães são críticos deles mesmos, não gostam muito de olhar para fora. Esse ‘lance’ de você seguir uma ideologia é muito forte, eles têm esse sentimento de arrependimento e prevenir para que não aconteça de novo”, diz, com relação à Segunda Guerra.

 

As exibições também consolidam o Museu da Imagem e do Som como um espaço social capaz de democratizar o acesso às produções audiovisuais do país e do mundo, além de promover o debate e a reflexão no sentido de contribuir com a formação e a difusão de conhecimento e cultura no Estado.

 

Confira a programação:

Dia 10 – terça-feira – A Vida dos Outros (Das Leben der Anderen) – 2006

Direção: Florian Henckel von Donnermarck. Duração: 138 minutos. Classificação: 12 anos.

Sinopse: Georg Dreyman (Sebastian Koch) é o maior dramaturgo da Alemanha Oriental, sendo por muitos considerado o modelo perfeito de cidadão para o país, já que não contesta o governo nem seu regime político. Apesar disto o ministro Bruno Hempf (Thomas Thieme) acha por bem acompanhar seus passos, para descobrir se Dreyman tem algo a esconder. Ele passa esta tarefa para Anton Grubitz (Ulrich Tukur), que a princípio não vê nada de errado com Dreyman mas é alertado por Gerd Wiesler (Ulrich Mühe), seu subordinado, de que ele deveria ser vigiado. Grubitz passa a tarefa a Wiesler, que monta uma estrutura em que Dreyman e sua namorada, a atriz Christa-Maria Sieland (Martina Gedeck), são vigiados 24 horas. Simultaneamente o ministro Hempf se interessa por Christa-Maria, passando a chantageá-la em troca de favores sexuais.

Dia 11 – quarta-feira – O Grupo Baader Meinhof (Der Baader Meinhof Komplex) – 2008

Direção: Uli Edel. Duração: 150 minutos. Classificação: 14 anos.

Sinopse: Alemanha, anos 70. A ainda frágil democracia alemã é abalada por uma série de atentados a bomba. Um grupo liderado por Andreas Baader (Moritz Bleibtreu), Ulrike Meinhof (Martina Gedeck) e Gudrun Ensslin (Johanna Wokalek) combate o que acredita ser a nova face do fascismo: o imperalismo norte-americano. Eles têm o objetivo de criar uma sociedade mais humana, mas para atingi-lo usam métodos que espalham sangue e terror.

Dia 12 – quinta-feira – Napola – 2004

Direção: Dennis Gansel. Duração: 117 minutos. Classificação: 12 anos.

Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1942, o regime nazista está no auge de seu poder político e militar. Friedrich: um jovem de 17 anos, que se destaca como lutador de boxe, é convidado a entrar na escola que prepara os jovens que servirão diretamente a Hitler e formarão as tropas de elite do regime. O rapaz percebe que ali está a sua chance para melhorar de vida e aceita. No ambiente de rígida disciplina nazista, ele vai viver contradições ao criar laços de amizade com um jovem cadete.

Dia 13 – sexta-feira – Phoenix – 2015

Direção: Christian Petzold. Duração: 98 minutos. Classificação: 12 anos.

Sinopse: Sobrevivente de um campo de concentração nazista, Nelly Lenz (Nina Hoss) ficou desfigurada enquanto esteve presa. Irreconhecível após uma cirurgia de reconstrução, ela vaga pela destruída Berlim à procura de Johnny (Ronald Zehrfeld), seu marido. Ela o encontra trabalhando na boate Phoenix, que permanece em atividade após o término da Segunda Guerra Mundial, mas ele não a reconhece. De olho na herança da esposa, Johnny a chama para participar de um golpe e passa a “transformá-la” em Nelly. Só que, aos poucos, ela descobre que o marido teve uma importante participação em sua prisão.

TV Brasil