Semana da Consciência Negra: Sesc discute tema pela dança, poesia, música e cinema

A Semana da Consciência Negra terá amplo debate sobre a temática no Sesc Cultura com ações em várias frentes, com participação aberta ao público em geral. A proposta é proporcionar um mergulho sensorial na cultura afro-brasileira e, também, reflexões sobre questões ligadas a racismo, discriminação e igualdade social.

 

Nesta terça-feira, 19, às 20 horas, haverá o espetáculo de dança “Terreira”, do Núcleo de Pesquisa em Danças Populares Brasileiras Renda que Roda, na Sala de Música. Quinta, 21, às 19h30, pelo projeto Arte da Palavra, Rede Sesc de Leituras, acontece a apresentação de Mel Duarte (SP). Poeta, slammer e produtora cultural, atua com literatura independente desde 2006. Faz parte do coletivo “Poetas Ambulantes” e é uma das organizadoras da batalha de poesias voltada para o gênero feminino “Slam das Minas – SP”.

 

No dia 19 de novembro, às 19 horas, o Sesc Cultura realiza um bate-papo com André Alvez sobre o processo criativo do livro “A Bruxa da Sapolândia”. Na palestra, o autor relata detalhes sobre a composição ficcional usada no livro, o mergulho ao mundo do realismo fantástico, a criação de diversos personagens, como Sofia, filha de Lilith com o anjo caído Samuel. O bate-papo será dividido em três vertentes criadas pelo escritor acerca da história real, a formação da cidade de Campo Grande e as técnicas usadas para compor o texto ficcional.

 

Sexta, 22, às 20 horas, tem “Barah Trio”, apresentação intimista que traz influência afro em grande parte das vertentes musicais, como jazz, blues, jazz, samba, bossa e rock. Conta com composições próprias compostas na África do Sul durante viagens do músico e compositor Júnior Matos.

 

Cinema 

 

No sábado 23, às 19 horas, a programação especial exibe no cinema do Sesc “Eu não sou seu negro”, dirigido por Raoul Peck. Sinopse: O escritor James Baldwin escreveu uma carta para o seu agente sobre o seu mais recente projeto: terminar o livro Remember This House, que relata a vida e morte de alguns dos amigos do escritor, como Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Junior.

 

A programação regular do Cine Sesc, na quarta-feira, 20 às 15h e 19h e sexta, 22, ás 19h, exibirá o longa brasileiro “Divas divinas” (2017), dirigido por Leandra Leal. Sinopse: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. Traz histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

 

Quinta, 21, duas sessões especiais. Às 15 horas o Cine Sesc Acessível, com audiodescrição e janela de libras do longa europeu “ O que está por vir” (2016). Dirigido por Mia Hansen-Løve traz a história de Nathalie (Isabelle Huppert), professora de filosofia, tem dois filhos que pouco vê e um marido também docente, seu companheiro há 25 anos. Entre trocas de ideias com o pupilo anarquista, ligações insistentes da mãe solitária e piquetes de alunos, ela leva uma vida tranquila. Mas tudo está para mudar.

 

E às 19h, na “Quintas de suspense” será exibido “A noiva de Frankestein” (1935), dirigido por James Whale. Sinopse: Dr. Frankenstein e seu monstro retornam, pois não estavam mortos como inicialmente se acreditava. O pesquisador planeja parar suas demoníacas experiências, mas quando um cientista louco sequestra sua esposa, ele concorda em ajudá-lo em criar uma nova criatura, uma mulher para ser companheira do monstro.

 

Encerrando a semana cultural, no dia 23 de novembro, às 15 horas, haverá a palestra “A história do jazz”, com Sandro Moreno, na Sala de música. Neste workshop o baterista abordará a história do Jazz, seus desdobramentos e influências. Uma trilha para compreendermos um pouco mais sobre este movimento musical contínuo e de forte repercussão social e cultural. E no próximo sábado, Sandro volta ao Sesc Cultura para ministrar o Workshop A BATERIA, O JAZZ E O IMPROVISO.

 

O Sesc Cultura está situado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. Informações pelo telefone 3311-4300. O funcionamento é de terça-feira a sábado das 13h às 21h30 e da Central de relacionamento: 13h às 17h30 e das 19h às 21h30. A Biblioteca atende das 13h às 21h30 e a Galeria de Arte fica aberta das 13h às 21h30. Acompanhe a programação no site sesc.ms

TV Brasil