Orquestra Sinfônica de Campo Grande se apresenta no Glauce Rocha

ZeroUmInforma/Arte e Cultura –  A Orquestra Sinfônica de Campo Grande, que após um período de reestruturação, volta aos palcos, com um concerto no dia 22 de agosto, às 19h30min, no Teatro Glauce Rocha. A entrada para a apresentação é gratuita e os ingressos precisam ser retirados antes do evento, no próprio teatro.

 

Neste espetáculo, que também celebrará os 118 anos de Campo Grande, os músicos pretendem impactar o público com trilhas de filmes como Piratas do Caribe, Crepúsculo e Rei Leão, na primeira parte da apresentação. Na sequência, composições do violinista italiano Antônio Vivaldi, do maestro Vittorio Monti, do músico alemão Johannes Brahms e do talentoso Wolfgang Amadeus Mozart, nascido na Áustria, vão dar o tom maior no evento.

 

O concerto é organizado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), em parceria com o Movimento Concerto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

 

“Um dos nossos grandes desejos está sendo realizado. Ter a nossa orquestra brilhando nas apresentações e concertos é um dos marcos desta gestão, pois nosso intuito é fomentar a cultura na Capital e mostrar aos moradores as potencialidades que temos dentro do cenário musical”, analisa a titular da Sectur, Nilde Brum.

 

Instituída por Lei Municipal (4.403/06), o grupo tem realizado intensa atividade em Mato Grosso do Sul e já percorreu os principais municípios de Mato Grosso do Sul. Apresentou-se com grandes solistas brasileiros e estrangeiros dos Estados Unidos, Portugal, Itália, Coreia do Sul, Argentina, Suíça, Canadá, Paraguai, Bolívia, Uruguai e outros países.

 

A atuação da orquestra também tem sido de integração e valorização da música regional de Mato Grosso do Sul por meio de concertos que contam com a viola caipira ou viola brasileira e a viola de cocho. Além dos espetáculos, a orquestra mantém um permanente programa de incentivo e aperfeiçoamento técnico para jovens músicos, absorvendo promissores talentos da cidade por entender que deve fomentar o cenário musical erudito.

 

Atualmente a Orquestra Sinfônica Municipal é conduzida pelo maestro Eduardo Martinelli. Formado em Violão Erudito pela Faculdade de Música de Santos no ano de 1998, o maestro também desenvolveu seu talento com o violoncelo e violino, além de ter estudado regência de orquestra. Martinelli já conduziu a Orquestra Sinfônica do Projeto Guri de Santos, em São Paulo e foi fundador da Orquestra de Câmara de Itanhaém e da Orquestra Barroca de Mato Grosso do Sul.

TV Brasil