Longas de ficção e desenhos de animação podem participar de festival e editais internacionais

ZeroUmInforma/ArteECultura – Estão abertas as inscrições para o 29º Festival Internacional de Cinema de Tóquio, que acontece de 22 a 31 de outubro, na capital japonesa. O evento aceita inscrições de longas-metragens de ficção, incluindo obras de animação, com duração superior a 60 minutos e finalizados em 2016. As inscrições são gratuitas e o prazo limite é o dia 8 de julho.

O festival integra a lista de eventos contemplados pelo Programa de Apoio à Participação de Filmes Brasileiros e de Projetos de Obras Audiovisuais Brasileiras em Laboratórios e Workshops Internacionais da Agência Nacional do Cinema (Ancine). Os responsáveis por filmes selecionados para a Competição Internacional Principal do festival podem solicitar à agência o apoio do tipo “B”, que compreende o envio da cópia e um auxílio financeiro para promoção do filme.

Os filmes selecionados para a mostra principal disputam o Grande Prêmio, no valor de 50 mil dólares; o Prêmio Especial do Júri, de 20 mil dólares; e prêmios para melhor diretor, ator, atriz e contribuição artística, cada um no valor de 5 mil dólares.

Critérios para participação
Para serem elegíveis à participação no festival, os filmes devem ser inéditos em países asiáticos. A organização do festival indica ainda que produções nunca exibidas fora de seus países de origem terão prioridade na seleção. Os interessados devem preencher o formulário online no próprio site do evento e indicar um link, protegido por senha, para a visualização do filme na internet. Também há a opção de envio de cópia em DVD por via postal para o endereço informado no regulamento.
Na última edição do festival, em 2015, o longa “Nise – O coração da loucura”, de Roberto Berliner, foi o vencedor do Grande Prêmio, e a atriz Glória Pires, que interpreta a psiquiatra Nise da Silveira, venceu o prêmio de melhor atriz.
Edital Argentina-Brasil
A Ancine e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) também anunciaram a extensão do prazo de inscrições da Chamada Pública PRODECINE 07/2016 – Coprodução Argentina-Brasil do Programa Brasil de Todas as Telas. Os interessados em inscrever projetos no edital passam a ter até o dia 15 de agosto.
A chamada pública vai selecionar dois projetos de longa-metragem de ficção, documentário ou animação apresentados por empresas produtoras brasileiras que participem dos projetos na qualidade de coprodutoras minoritárias, visando à contratação de operações financeiras pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), exclusivamente, na forma de investimento, no valor de US$ 250 mil cada.
Sobre a prorrogação
A prorrogação, de caráter excepcional, foi realizada a pedido do INCAA – Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales, que por motivos internos teve que adiar o lançamento da convocatória na Argentina. Os períodos de inscrição para os demais concursos binacionais gerenciados pela ANCINE em parceria com as instituições cinematográficas de Portugal, Uruguai e Chile continuam mantidos como anunciados anteriormente.
Simultaneamente, acontece um concurso na Argentina nos mesmos moldes para a seleção de dois projetos apresentados ao INCAA por empresas produtoras argentinas que participem dos projetos na qualidade de coprodutoras minoritárias, que receberão do INCAA o valor de US$ 200 mil cada. No caso destes projetos selecionados pelo INCAA, o FSA investirá também o valor de US$ 50 mil cada, por meio de contrato com as coprodutoras majoritárias brasileiras.
Para mais informações, acesse o site do 29º Festival Internacional de Cinema de Tóquio.
Para mais informações, acesse a página da Chamada Pública PRODECINE 07/2016.

TV Brasil