“Tradicional Pocket Show” abre em Anastácio o Cirucuito Sul-Mato-Grossense de Teatro

ZeroUmInforma/ArteECultura – A largada da maratona de apresentações do Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro, projeto da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul que percorrerá 48 municípios do Estado, será dada nesta quarta-feira (17 de agosto) em Anastácio. O grupo Circo Le Chapeau encena o espetáculo “Tradicional Pocket Show” no Centro de Convenções Prefeito Claudio Valério, às 8 horas. Além da peça, o grupo realizará a oficina “Circo invadindo novos espaços”, das 13h às 16 horas. Tudo com entrada franca.

Além de Anastácio, outros três municípios receberão o “Tradicional Pocket Show” nos próximos dias: Rochedo, que contará com uma apresentação dia 18 de agosto (quinta), às 9 horas, no Ginásio Municipal; Caracol, no dia 18 (sexta), às 19 horas, no Salão Paroquial e Jardim, que contará com uma encenação no sábado (20 de agosto), às 17 horas, na Praça Evandro Bazzo.

Com o “Tradicional Pocket Show”, o Circo Le Chapeau transforma a rua em um picadeiro, com direito a cortina e muito brilho, fazendo o público viajar na história do circo, brincando com os antigos “Circo dos Horrores”, com os “tradicionais” de família e a modernidade do circo contemporâneo.

O espetáculo brinca com o “marketing” dos circos tradicionais, exibindo sempre os melhores artistas da terra! A rua é o palco para um espetáculo frenético, com muita energia, números de malabarismo, paradas de mão, acrobacias. Sem falar nas atrações especiais como o homem mais forte do mundo e a mulher de borracha.

foto circo le chapeau

Diálogos Cênicos

Além das apresentações, o Circuito levará aos municípios uma roda de debates sobre a arte e a cultura. Em Anastácio será realizada a oficina “Circo invadindo novos espaços”, que abordará assuntos como a formação técnica em circo, artistas de rua, circo social, a transformação da arte e um pouco sobre a história do circo.

O Circo Le Chapeau realizará um bate papo misturado com palestra para falar sobre os novos espaços que o circo tem alcançado, mostrando que hoje em dia ele não se resume somente ao que acontece dentro da lona: aqueles que trabalham nas ruas e nos teatros e que não são de “famílias tradicionais circenses” também são artistas.

Voltada para professores, atores e pessoas ligadas ao teatro e circo, a roda de conversa será comandada pelos três artistas do Circo Le Chapeau: Nicole Rodrigues, Junior de Oliveira e Pepa Quadrini, que contarão sobre suas formações, experiências profissionais e sobre tudo que envolve o tema.

Esta roda de conversa será apresentada de forma teórica e pratica, com demonstração de alguns números e práticas de treino. O tema aborda também como o artista circense vem se mantendo hoje em dia e o que é preciso para entrar neste mundo do circo.

Tanto a apresentação como a oficina acontecem com o apoio da Prefeitura Municipal de Anastácio, por meio da Secretaria de Educação.

Serviço

A entrada para todos os espetáculos é franca. Outras informações no Núcleo de Teatro da Fundação de Cultura, que fica no Memorial da Cultura e da Cidadania, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, quarto andar, no Centro, ou pelos telefones (67) 3316-9172 ou 3316-9173.

 

TV Brasil